Desabamento de muro

Com fortes chuvas, estrutura de condomínio em SP ruiu

Após desabamento de muro, casas de condomínio na Zona Leste de SP são interditadas

Defesa Civil determinou interdição de 28 residências na Vila Carmosina. Moradores dizem que não têm para onde ir e reclamam de falta de apoio e orientação da Prefeitura

A Defesa Civil interditou 28 casas na Vila Carmosina, na Zona Leste de São Paulo, após um muro do condomínio desabar. O acidente ocorreu durante o temporal de quarta-feira (8).

Os escombros atingiram o telhado de um galpão de uma fábrica, que ficou quase toda soterrada. Carros que estavam em um estacionamento vizinho do condomínio foram “engolidos” pela cratera que se abriu no solo. Além das casas do condomínio, outras três residências vizinhas à cratera foram interditadas.

Na manhã desta sexta-feira (10), moradores retiravam alguns pertences das casas e reclamavam da falta de apoio e orientação da Prefeitura. Muitos afirmam não ter para onde ir.

Após uma vistoria de peritos, a juíza responsável pelo processo movido pelos moradores determinou que a construtora pague hotel para os desabrigados até quinta que vem a próxima quinta-feira (16), quando será feita uma audiência para uma definição melhor. Até a data, um segurança deve ficar 24 horas no condomínio garantindo que não haja invasão.

A dona de casa Kely Fragoso disse ter medo de permanecer no local, mas ainda não sabia a quem iria pedir ajuda e abrigo. “O que a gente faz? Nosso sonho está aqui”.